segunda-feira, 11 de agosto de 2014

Linguagem & DNA






O DNA HUMANO É UMA INTERNET BIOLÓGICA, e superior em muitos aspectos à nossa internet artificial. Pesquisas de cientistas russos explicam direta e indiretamente fenômenos como a clarividência, intuição, atos de cura espontâneos ou improváveis, técnicas de auto-cura, técnicas de afirmação, luzes/auras incomuns em volta das pessoas, influência da mente nos padrões climáticos e muito mais. Além disso, há evidências de um novo tipo de medicina nas quais o DNA pode ser influenciado e reprogramado por palavras e freqüências SEM cortar e substituir um único gene.
Apenas 10% do nosso DNA está sendo usado para construir proteínas. É este subconjunto do DNA que é do interesse dos pesquisadores ocidentais e está sendo examinado e categorizado. Os outros 90% são considerados “DNA lixo”. Os investigadores russos, no entanto, convencidos de que a natureza não produz nada sem uma função específica, juntou-se a lingüistas e geneticistas em uma aventura para explorar os 90% de “DNA lixo.” Seus resultados, descobertas e conclusões são simplesmente revolucionários! De acordo com eles, o nosso DNA não é apenas responsável pela construção de nosso corpo, mas também serve como armazenamento de dados e na comunicação. Os lingüistas russos descobriram que o código genético, especialmente nos aparentemente inúteis 90%, segue as mesmas regras que todas as nossas linguagens humanas. Para este fim, eles compararam as regras da sintaxe (a forma em que as palavras são unidas para frases formulário e sentenças), a semântica (o estudo do significado nas formas de linguagem) e as regras básicas da gramática. Eles descobriram que os alcalinos de nosso DNA seguem uma gramática regular e têm regras do jogo assim como nossas línguas. Línguas para humanos não aparecem por acaso, mas são um reflexo de nosso DNA inerente.
O biofísico russo e biólogo molecular Pjotr Garjajev e seus colegas também exploraram o comportamento vibratório do DNA. [Para efeitos de concisão Vou dar apenas um resumo aqui. Para a exploração, por favor consulte o apêndice no final deste artigo] O resultado foi: “. Cromossomas vivos funcionam como  computadores solitonicos / holográficos, usando a radiação laser endógena do DNA.” Isto significa, que conseguiram modular, por exemplo, certos padrões de frequência de raio laser e com isso influenciaram a frequência de DNA e, portanto, a própria informação genética. Uma vez que a estrutura básica dos pares de DNA e da linguagem (como explicado anteriormente) são da mesma estrutura, nenhuma decodificação do DNA é necessária. Pode-se simplesmente usar palavras e sentenças da linguagem humana! Isto, também, foi provado experimentalmente! Substância de DNA vivo (no tecido vivo, não in vitro) sempre reagirá aos raios laser de linguagem moduladas e até às ondas de rádio, se as frequências apropriadas forem  usadas.
Isso explica cientificamente afinal porque  as afirmações, o treinamento autógeno, hipnose e similares podem ter efeitos tão fortes nos humanos e seus corpos. É inteiramente normal e natural para o nosso DNA reagir à linguagem. Enquanto os pesquisadores ocidentais cortam genes únicos de cadeias de DNA e os inserem em outros lugares, os russos entusiasticamente trabalham em dispositivos que podem influenciar o metabolismo celular através de frequências moduladas de rádio e de luz adequadas e assim reparar defeitos genéticos.
O grupo de pesquisa de Garjajev conseguiu provar que, com este método, cromossomos danificados por raios-x, por exemplo, podem ser reparados. Eles inclusive capturaram padrões de informação de um DNA particular e o transmitiram para outro, assim reprogramando as células para outro genoma. Desta forma eles transformaram com sucesso, por exemplo, embriões de rã em embriões de salamandra simplesmente transmitindo os padrões de informação de DNA! Desta forma a informação por inteiro foi transmitida sem nenhum dos efeitos colaterais ou desarmonias encontradas quando cortam e re-inserem genes únicos do DNA. Isso representa uma inacreditável revolução e sensação de transformação do mundo! Tudo isto pela simples aplicação da vibração e da linguagem em vez do procedimento de corte arcaico. Esta experiência aponta para o imenso poder das ondas genéticas, que obviamente têm uma influência maior na formação dos organismos do que os processos bioquímicos das seqüências alcalinas.
Místicos antigos, esotéricos e professores espirituais já sabiam há várias eras que nossos corpos são programáveis pela linguagem, palavras e pensamentos. Isso agora foi cientificamente provado e explicado. A freqüência, é claro, precisa ser correta. E é por isso que nem todos são igualmente bem sucedidos ou podem fazê-lo sempre com a mesma força. O indivíduo deve trabalhar nos processos internos e maturidade, a fim de estabelecer uma comunicação consciente com seu próprio DNA. Os pesquisadores russos trabalham em um método que não depende destes fatores, mas sempre funcionará, desde que usem a freqüência correta.
Porém, quanto maior é o desenvolvimento da conciência de um indivíduo, menos ele precisa de qualquer tipo de artifício! Cada um pode alcançar estes resultados por si só, e a ciência pode finalmente parar de rir de tais idéias e confirmar e explicar seus resultados. E não termina por aí. Os cientistas russos descobriram também que o nosso DNA pode causar padrões de perturbação no vácuo,com isso produzindo buracos-de-minhoca (Wormholes ) magnéticos!  Wormholes são os equivalentes microscópicos das chamadas pontes Einstein-Rosen em proximidade com os buracos negros (deixados por estrelas que se apagam). São conexões de túnel entre áreas totalmente diferentes no universo através das quais informações podem ser transmitidas fora do espaço e do tempo. O DNA atrai estes pedaços de informação e as passa para a nossa consciência. Este processo de hiper-comunicação é mais eficaz num estado de relaxamento. Stress, preocupações ou um intelecto hiperativo impedem a efetividade da hiper comunicação e a informação pode ser totalmente distorcida e inútil.


Traduzido do BeforItsNews


quarta-feira, 3 de abril de 2013

Palavras da Fono

VOCÊ SABE O QUE É O DISTÚRBIO ESPECÍFICO DE LINGUAGEM (DEL)?
O termo Distúrbio Específico de Linguagem (DEL) refere-se a crianças que apresentam dificuldade em adquirir e desenvolver habilidades de linguagem na ausência de deficiência mental, déficits físicos e sensoriais, distúrbio emocional severo, fatores ambientais prejudiciais e lesão cerebral.
CASO NOTE QUE A CRIANÇA APRESENTE ALGUNS DOS SINTOMAS ABAIXO PROCURE O FONOAUDIÓLOGO!

... 1 –Tem dificuldades de entender o que escuta

2- Troca as ordens das palavras

3- Troca os sons na fala

4- Ninguem consegue entender o que ela tenta dizer

5- A criança demora mais do que o normal para começar a falar

6 – Demora a aprender a ler

texto da Fonoaudióloga de Psicanalistas mente sana - Dr.ª Rosilene S. Silva

quarta-feira, 6 de março de 2013

Eu preciso APLAUDIR!, Afinal eu já fiz isso quando adicionei essa foto na minha página do Facebook, pensando bem, eu já fiz isso há muitos anos atraz quando eu resolvi cursar uma Universidade. Fiz BIOLOGIA, a partir deste primeiro curso, nunca mais deixei de cuidar e de respeitar todos os seres vivos da Natureza. Aprendi a ser ÉTICA. Aprendi a Cultivar a Ética. E, todas as vezes que vejo pessoas circulando em volta da ética sem adicioná-la ao seu vocabulário, sinto vergonha de estar falando com aquela pessoa. Muitos anos depois de ser PROFESSORA de biologia com muito orgulho e honra, resolvi ser também PSICANALISTA. A partir daí conheci a singularidade humana, defendida por FREUD a mais de 100 anos. Adotando UM NOVO OLHAR para o ser humano, incorporei definitivamente essa mesma ética que estamos falando e aprendi a NÃO JULGAR, antes de conhecer. Por tudo isso é que quando vejo o Ministro JOAQUIM BARBOSA no STF, eu fico embevecida sempre. E, preciso continuar aplaudindo pessoas como ELE, que sabem o que realmente SINTO e PENSO!

quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Super-heróis para contrabalançar

Li uma reportagem na mente & Cérebro do mês em curso sobre a alimentação das crianças e, todos sabemos, da dificuldade de fazer com que se alimentem bem, isto é, de frutas, legumes, etc. Por isso, tanscrevi o que é importante do estudo:
O estudo do pesquisador Brian Wansink observou o comportamento alimentar de 22  meninos e meninas entre 6 e 12 anos que participavam de um acampamento de férias na Holanda. Segundo ele relatou em artigo publicado na Pediatric Obesity, uma vez por semana, antes do almoço, ele e seus colegas mostraram aos pequenos uma dúzia de fotografias de heróis e vilões populares. Ao exibirem cada imagem, perguntavam às crianças qual opção de acompanhamento o personagem da foto escolheria: maçãs fatiadas ou batata frita- as mesmas oferecidas nas refeições do acampamento. "Em média, apenas duas crianças optavam por frutas em vez de batata. Mas, nos dias em que fizemos o exercício antes da refeição, cerca de dez delas optaram por maçã", diz Wansink, que explica que a maioria delas associou os ídolos aos alimentos mais saudáveis e os vilões à comida industrializada. "Talvez por terem uma idéia do que seria um comportamento alimentar mais correto". acredita. Uma porção de batata frita pequena, como a do estudo, contém 227 calorias, contra 34 do pacotinho com maçã. De acordo com os cálculos feitos pelos pesquisadores, no caso de crianças que consomem fast-food uma vez por semana, trocar a fritura pela fruta pode evitar o ganho de 3 quilos a mais em um ano. "Redes fast-food investem pesado em publicidade. Recorrer a imagens de super-heróis pode contrabalançar essa influência", sugere Wansink.

domingo, 21 de outubro de 2012

Melancolia em Buenos Aires

Estive em Buenos Aires. Fiz um City Tour que foi ótimo, pois conheci principais monumentos e um pouco da história do país de los hermanos. Como adoro futebol a ponto de morder os dentes e ficar com o maxilar doendo (Ah! Flamengo), também visitei o Estadium do Boca Juniors, como na foto.
Porém estive num bairro residencial a procura da Vila Freud. Achei claro, alí até a atmosfera é nostálgica. Parece que los hermanos não aprovam muito tantas visitas, tantos turistas. Caso contrário, porque teriam tantos psicanalistas e psicólogos? Porque um Páis concentra mais estudiosos da mente humana que qualquer País nas mesmas proporções?
Estranho né? Infelizmente não existe mais a rua Freud, mudou de nome. Porquê? Talvez porque a reportagem da TV Globo falando da Vila Freud tenha estimulado os turistas e eles mudaram o nome da rua. Será?
Mais nostalgia... ou melancolia?

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Últimas dos antidepressivos

Cientistas da Universidade Mac Master no Canadá, detectaram que médicos precisam ser mais cautelosos na hora de receitar antidepressivos. Essa chamada se deve ao risco de morte que estes medicamentos podem causar em seus usuários, sendo divulgada após análise dos efeitos dos antidepressivos no organismo dos pacientes. Ficou provado que a atuação destes remédios vão além das mudanças de humor, sendo os riscos maiores do que seus benefícios. O uso prolongado de antidepressivos pode resultar em sérios problemas com estimulação e função sexual; no desenvolvimento dos espermatozóides em homens; de desenvolvimento em crianças; disfunção digestiva como diarréia, constipação, indigestão; além de sanramento anormal e risco de acidente vascular cerebral em idosos.